You are currently viewing Prefeito de Salvador, Bruno Reis-UB, oficia governador Rui Costa-PT após assalto de tribulação da GOL

Prefeito de Salvador, Bruno Reis-UB, oficia governador Rui Costa-PT após assalto de tribulação da GOL

A crescente onda de violência que toma conta de Salvador levou o prefeito Bruno Reis-UB a subir o tom e criticar a segurança pública da capital baiana. Em ofício encaminhado ao governador Rui Costa-PT, Reis pede providência e destaca o caso do assalto aos tribulantes da Gol, ocorrido no bairro do STIEP

LEIA TAMBÉM: Deputado Estadual Soldado Prisco-PSDB rebate afirmações de Rui Costa-PT sobre investimentos em segurança pública; ouça o áudio

Alheio a escalada de violência na Bahia, Rui Costa afirma ter feito, ‘o maior investimento da história da Bahia em segurança pública’

“É lamentável todo esforço que a prefeitura está fazendo, requalificando trecho de orla, trazendo pra cidade novos equipamentos, Museu do Carnaval, Museu da Música, Casa de Jorge Amado, ai você vê hoje um grupo de turistas ser assaltado na porta de um hotel, inclusive, resultando no cancelamento de um voo. Isso é horrível para a imagem da nossa cidade. A gente vai acabar perdendo turistas, visitantes, que, infelizmente, não têm mais segurança pra vir à nossa cidade”, disse ele em conversa com jornalistas, durante cerimônia de formatura de integrantes do programa Jovem Aprendiz Empreendedor.

Hotel está localizado na principal arteria do STIEP, próximo ao Shopping Salvador e Avenida Tancredo Neves.

“Aonde nós vamos chegar? Essa é a pergunta a ser respondida. Falta o que pra tomar medidas mais enérgicas, pra punir os responsáveis por isso?”, questionou Bruno, em um claro recado ao governador Rui Costa (PT). “Porque a gente não pode mais ir pra um bar, um restaurante, que é assaltado. No posto de gasolina é assaltado. Vai num hotel agora e um grupo de turistas é assaltado. Morrem policiais… Então, infelizmente, essa é a realidade da Bahia”, completou o prefeito, citando também o caso dos PMs assassinados na última semana.

Em ritmo de pré-campanha, ele aproveitou também para levantar a bola para seu padrinho político, o ex-prefeito ACM Neto (UB), que nas eleições de outubro disputa com o indicado de Rui, o ex-secretário de Educação Jerônimo Rodrigues, a cadeira de governador da do estado. “Do jeito que vai, a perspectiva que nós temos é, com fé em Deus, a partir do ano que vem ter um outro governador que possa resolver o problema da segurança na Bahia”, concluiu.